Menu fechado

Uber terá que reduzir em 15% o repasse cobrado de… – Suno Notícias

O Senado aprovou nessa sexta-feira (3) uma proposta para que aplicativos de entregas e de transporte de passageiros, como o Uber,  reduzam em pelo menos 15% o valor de repasse cobrado de seus colaboradores, durante o período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A proposta feita pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES) e obriga empresas como a Uber e Rappi a reduzirem o valor percentual que deve ser repassado. Ademais, essa quantia deve ser transferida ao motorista ou entregador.

Ademais, a porcentagem a mais que os motoristas e entregadores receberão não deve ser repassada aos usuários dos aplicativos através de aumento nos preços dos serviços.

“Se a empresa recebia R$ 10, vai receber R$ 8,50. Não fará tanta diferença para ela, mas é uma diferença enorme para o trabalhador, que presta um serviço fundamental nesse momento” salientou Contarato.

A proposta também é válida para taxistas, desse modo, todas as taxas, tarifas, aluguéis e cobranças serão reduzidas em 15%, no mínimo. Além disso, entre as empresas que passarão por essa mudança, estão:

  • Uber;
  • Uber Eats;
  • Rappi;
  • 99 Taxi;
  • iFood.

Contudo, a proposta ainda precisa ser aprovada pela Câmara dos Deputados.

Além disso a medida se junta ao conjunto de propostas que devem ser aprovados até o dia 30 de outubro. Entre as propostas previstas no projeto estão:

  • Não se concederá liminar para desocupação de imóvel urbano nas ações de despejo;
  • Prisões por dívida alimentícia deverão ser cumpridas em domicílio.

Uber concederá ‘Vale Saúde Sempre’ aos seus colaboradores

A Uber anunciou no último dia 24, uma parceria que concedeu a seus motoristas, entregadores e demais colaboradores acesso ao “Vale Saúde Sempre” durante a crise do novo coronavírus.

O “Vale Saúde Sempre” cobra de seus associados cerca de R$ 358,00 por ano, entretanto a Uber oferecerá para seus parceiros de forma gratuita.

Saiba mais: Coronavírus: Uber suspende “Uber Juntos” nos EUA e no Canadá

Além do Vale, a empresa acrescentou que para seus colaboradores diagnosticados com o novo coronavírus ou para aqueles que devem ficar em quarentena por orientações médicas, será oferecido um auxilio financeiro pelo período de 14 dias.

Veja também:  Salva de palmas marca despedida de motorista de aplicativo morto em Alvorada

Desse modo, o pagamento acontece para aqueles que estão “impossibilitados” por médicos de exercer qualquer tipo de atividade, tendo que ficar em isolamento. Contudo, o valor do auxílio é definido através da média de ganhos diários do motorista da Uber nos últimos seis meses, até o dia 6 de março.


Telegram SunoTelegram Suno

Reportagem Original


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Mundo Uber tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dicas e dúvidas para os demais motoristas de aplicativo. Para acessar o fórum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://mundouber.com/forum/

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas