Menu fechado

Uber nega irregularidades e diz que motoristas podem escolher viagens

Operação do Procon-MS fechou escritório da Uber em Campo Grande, na quarta-feira (15)

Escritório da Uber continua interdidato no Pátio Central, em Campo Grande. (Foto: Kísie Ainoã)

Escritório da Uber em Campo Grande, fechado temporariamente pelo Procon (Superintendência de Proteção ao Consumidor) durante a ação “Viagem Cancelada”, está com todos os documentos regularizados, garante a empresa.

O local foi interditado na quarta-feira (15), por falta de alvará de localização e funcionamento, e por falta de informações aos consumidores no local. Contudo, a Uber alegou que o espaço possui os documentos regularizados, e que vai responder aos esclarecimentos solicitados pelo Procon-MS. O prazo para essa contestação é de 20 dias.

Além disso, a empresa explicou que o Espaço Uber, escritório localizado no Pátio Central, é um local exclusivamente dedicado ao suporte presencial de motoristas parceiros e existe em todas as capitais do país.

Na ocasião, o Procon alegou ainda que o escritório não tinha informações aos consumidores que desejam algum tipo de atendimento no local, como número de telefone ou SAC, que permita ao consumidor registrar dúvidas ou reclamações.

Em resposta, a Uber ressaltou que o local não é destinado ao atendimento de consumidores, que devem entrar em contato através de canais online, que funcionam 24 horas, como o próprio aplicativo ou o site help.uber.com.

A superintendência afirmou que o escritório poderá retomar as atividades assim que regularizar-se, mas ainda não foi procurada pela empresa. Nesse mesmo viés, a Uber já foi autuada e multada pelos Procons do Rio de Janeiro (RJ) e Florianópolis (SC), por conta de abusos cometidos, em especial o cancelamento de viagens.

Cancelamento de viagens – A ação Viagem Cancelada, que resultou na interdição por falta de alvará, decorreu de procedimento do Ministério Público Estadual, por intermédio da 43ª Promotoria de Justiça de Campo Grande, que junto ao Procon Estadual instaurou um processo administrativo para apurar irregularidades na prestação dos serviços por parte dos motoristas parceiros da plataforma, como cancelamentos excessivos de corridas.

Veja também:  iFood, Uber Eats e 99Food são os deliveries favoritos dos consumidores

A Uber, no entanto, relatou que os motoristas parceiros são profissionais independentes e, assim como os usuários, podem cancelar viagens quando julgarem necessário. Contudo, a empresa tem tecnologias próprias que revisam constantemente os cancelamentos para identificar suspeitas de violação ao Código da Comunidade e, caso sejam comprovadas, banir as contas envolvidas.

“O abuso no cancelamento de viagens não tem nada a ver com a liberdade do motorista parceiro de recusar solicitações. Na Uber, o motorista é totalmente livre para decidir quais solicitações de viagem aceitar e quais recusar”, informou, em nota.

Reportagem Original


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Mundo Uber tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dicas e dúvidas para os demais motoristas de aplicativo. Para acessar o fórum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://mundouber.com/forum/

0 0 votes
Article Rating

Deixe uma resposta

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x