Menu fechado

Uber e Lyft são acusados de cobrança de taxa acima do prometido aos motoristas nos EUA

E parece que os motoristas de aplicativo estão enfrentando sérios problemas no que diz respeito ao recebimento ddo valor da corrida, pois diversos trabalhadores dessa categoria acusam as empresas Uber e Lyft de estarem realizando descontos maiores do que os estipulados nos contratos, onde as taxas abusivas têm impulsionado protestos nos EUA.

As empresas fundadas em São Francisco, Califórnia, são as maiores prestadoras de serviço de transporte privado do mundo, e o sucesso foi tão grande que fez com que elas abrissem capital na bolsa de valores, mostrando todo potencial de crescimento que elas possuem e o quanto é possível que investidores tenham lucros com elas, principalmente o Lyft.

Essa informação tem como fonte as investigações realizadas pelo site Jalopnik, que apurou algumas irregularidades denunciadas por motoristas cadastrados nos aplicativos, onde os ganhos se mostram cada vez menores e é preciso trabalhar muito mais para manter um ganho fixo.

A acusação levantada pelo site tem como base a denúncia feita por um condutor, que foi identificado como “Dave” para manter o seu verdadeiro nome em sigilo. De acordo com ele, quando foi pegar um passageiro que morava em uma cidade mais distante do centro, esperava ganhar um valor um pouco maior por conta da quilometragem e o fato de ser hora do rush.







Android
05 Set



Uber entra na Bolsa de Nova York com avalia




Economia e mercado
10 Mai


No decorrer da corrida, Dave ainda fez uma parada solicitada via app antes do destino final para que o mesmo pudesse comprar um lanche. Como tudo estava sendo registrado pelo aplicativos, o motorista tentou não se importar com a demora e nem cancelar o percurso que ainda estava em sua metade, mesmo sabendo que ganharia mais uma pouco durante o tempo em que ficou parado, mas isso poderia prejudicar a avaliação no Uber.

Veja também:  Taxistas pedem maior fiscalização na utilização do Uber em Santos, SP

Após meia hora, o passageiro foi deixado em seu destino e Dave foi averiguar o quanto tinha ganho pela corrida. E para surpresa dele, a empresa havia retido 75% do pagamento para si, sem nenhum tipo de justificativa para tal, já que ele tinha levado o viajante até o local desejado.

Não é a primeira vez que o Uber e Lyft realizam essa conduta ilegal, tanto que o Jalopnik fez uma pequena pesquisa e apurou 14.756 situações em que o valor cobrado pelas empresas de transporte particular era bem maior do que a taxa divulgada publicamente.

De acordo com os milhares de recibos, tanto o Uber quanto o Lyft têm retido 35% e 38%, respectivamente, dos ganhos repassados aos motoristas. Apesar de ser um valor alto, está dentro da média apresentada pelas empresas no estudo realizado pelo Lawrence Mishel, do Instituto de Política Econômica dos Estados Unidos.

Porém, ao analisar os recibos de 2018, a média de ganhos se manteve em 29,6% para o Uber e 34,5% no Lyft, números que são 10,6% e 8,5% mais altos que as divulgadas publicamente pelas empresas. Vale lembrar que o Uber já havia prometido oficialmente uma redução nas taxas entre 2018 e o segundo trimestre deste ano, passando de 21,7% para 19%.

Até o momento nenhuma das empresas se pronunciou sobre esta situação, algo que faz a acusação se tornar ainda mais forte.

E aí, caro leitor, você conhece alguma situação parecida que esteja acontecendo aqui no Brasil? Diga para a gente nos comentários!

Reportagem Original


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Mundo Uber tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dicas e dúvidas para os demais motoristas de aplicativo. Para acessar o fórum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://mundouber.com/forum/

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas