Menu fechado

Uber começa a testar gravação em vídeo de corridas feitas em Salvador

A Uber deu início nesta semana a um piloto de gravação de vídeo das viagens feitas com uso do aplicativo em Salvador. O recurso é disponibilizado através de um app parceiro. Os motoristas usam a câmera do próprio celular para, se quiserem, gravar todas as viagens.

A ferramenta já está sendo utilizada em outras cidades desde fevereiro e agora chega à capital baiana e também a Fortaleza, no Ceará.

A filmagem pelo telefone está sendo testada como uma alternativa para fazer o registro das corridas. A solução, se implementada, ficará disponível a qualquer um que queira dirigir na Uber.

“Desde que a Uber definiu, em âmbito global, segurança como sua prioridade, temos continuamente buscado testar novas tecnologias que nos ajudem a avançar nesse tema”, explica a diretora-geral da Uber no Brasil, Claudia Woods. “Queremos entender se essa tecnologia de gravação de imagens pode contribuir para que motoristas parceiros e usuários tenham ainda mais tranquilidade para continuar usando a Uber, claro que sempre respeitando as normas de privacidade”.

Nessa fase piloto, um grupo reduzido tem acesso ao recurso, que vai sendo expandido aos poucos. Cabe ao motorista escolher se quer participar ou não do projeto. 

Os passageiros são informados que a viagme pode estar sendo gravada, antes do início da corrida. Se preferir, é possível cancelar e buscar outro motorista. 

A novidade passou pela chancela da equipe de privacidade da Uber e, segundo a empresa, segue todas as regras da legislação aplicável em termos de proteção de dados.

Como ocorre com a gravação de áudio, que já está disponível nacionalmente, a gravaço de vídeo vai ficar criptografada no celular, sem que ninguém possa acessá-la, nesm mesmo o motorista, que não terá a chave para a criptografia. 

Veja também:  Uber Eats ou iFood? Compare os serviços de delivery de comida - TechTudo

Quando o motorista enviar o arquivo do vídeo, ele ficará armazenado com  a empresa parceira, que terá acesso às informações básicas do condutor, data e hora da gravação e não saberá detalhes do usuário, como ponto de embarque e desembarque. Se, posteriormente, o motorista resolver abrir uma reclamação de segurança, o vídeo poderá ser anexado. Só nesse caso, a Uber, que é quem tem a chave da criptografia, terá acesso às imagens.

Além do motorista, só as autoridades competentes locais podem solicitar acesso às imagens para a Uber, em situações dentro da lei.

Reportagem Original


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Mundo Uber tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dicas e dúvidas para os demais motoristas de aplicativo. Para acessar o fórum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://mundouber.com/forum/

0 0 vote
Article Rating

Deixe uma resposta

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas