Menu fechado

Uber começa a aceitar pagamento em dinheiro em Curitiba

Uber começou a operar em Curitiba em março deste ano (Foto: reprodução)
Uber começou a operar em Curitiba em marçodeste ano (Foto: reprodução)

Os usuários de Curitiba da Uber, aplicativo de transporte individual, poderão pagar as corridas com dinheiro a partir de quarta-feira (24).

Atualmente, o pagamento ocorre via cartão de crédito ou por um sistema online, sem fornecimento de dados bancários.

A princípio, apenas uma parcela dos usuários visualizará a opção do pagamento do aplicativo.

Gradativamente, de acordo com o diretor de Comunicação da Uber, Pedro Prochno, todos poderão aderir.

Uma pesquisa realizada pela Uber, segundo Prochno, mostrou que 60% das pessoas, que começaram o cadastro na plataforma da Uber, paravam no momento de cadastrar o cartão de crédito. O motivo desta desistência não foi apontado na pesquisa.

“A gente entende que a Uber é uma opção a mais para que as pessoas deixem o carro em casa. Aumentar a quantidade de formas de pagar é a coisa certa a se fazer para que mais pessoas possam ter acesso a esta possibilidade de se movimentar pela cidade”, afirmou Prochno.

O pagamento em dinheiro já é possível em Fortaleza, Recife e Salvador.

Nestas cidades, assim que o pagamento em dinheiro foi disponibilizado, o número de usuários dobrou, segundo a direção da Uber.

Valor da corrida
Em Curitiba existe apenas a categoria X, que é a mais simples.

O valor da corrida é calculado considerando o preço base R$ 3,00, mais R$ 0,25 por minuto e mais R$ 1,12 por quilômetro rodado. O preço mínimo é R$ 5,00, e a taxa de cancelamento também é de R$ 5,00.

Existe ainda o preço dinâmico que faz com que a tarifa flutue durante momentos de alta demanda.

Regulamentação
A Uber começou a funcionar em Curitiba  em março deste ano, sem legislação específica que permita o serviço.

Está em tramitaçãona Câmara de Vereadores um projeto de lei, assinado por 17 dos 38 parlamentares, que pretende regulamentar o transporte privado individual a partir do compartilhamento de veículos. Este serviço seria sujeito a regras e ao pagamento de taxas à prefeitura.

Veja também:  Uber alcança 2 bilhões de corridas em todo o mundo

“A gente vê com bons olhos este projeto que está na Câmara de Vereadores de Curitiba. É um projeto que está em tramitação que a gente precisa acompanhar o desenvolvimento dele. A agente quer se seja regulamentado de uma forma positiva para as pessoas e para as cidades”, disse

Uber em Londrina
Outra cidade do Paraná que tem Uber é Londrina. O aplicativo entrou em operação na tarde desta sexta-feira (19) também na categoria X. Os valores para a composição do custo da corrida são um pouco menores do que os praticados em Curitiba.

Segundo os responsáveis pela plataforma virtual, a tarifa inicial de utilização será de R$2,50 mais R$ 1,00 por quilômetro rodado, mais R$ 0,20 por minuto de utilização do serviço.

Reportagem original

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas