Menu fechado

Uber aposta em fretamento de ônibus; RMVale pode ter impacto, diz especialista

A Uber, empresa de aplicativos, criou no Brasil o ‘Uber Shuttle’, que nada mais é do que um serviço de ônibus e vans fretados, para levar entre 10 a 50 pessoas e gerenciar transporte de funcionários de empresas espalhadas pelo país. E tudo através do aplicativo.

De acordo com a Uber, empresas terceirizadas vão fornecer os veículos para o transporte dos colaboradores e o primeiro acordo firmado foi com a Toyota, para o transporte de funcionários entre São Paulo e Sorocaba, onde está uma das fábricas da montadora.

Segundo o aplicativo, os trabalhadores poderão reservar uma vaga no ônibus pelo app, além de checar rotas e paradas disponíveis em tempo real.

Antonio Wrobleski, especialista em logística, engenharia e presidente do Conselho de Administração da Pathfind, empresa brasileira de software para cadeia logística, ressalta que

“Entrar no mercado de micro-ônibus, de 10 a 50 lugares, pode ser ônibus escolar, transporte de pessoas é um caminho natural para a Uber”.

“Nos Estados Unidos, a Uber entrou no ramo de transportes de carga, aqui no Brasil, a empresa está ensaiando faz tempo fazer isso, a diferença é que lá é transporte de cargas e não de pessoas, mas é uma questão meramente conceitual. Era esperado isso”, disse a OVALE.

Segundo o especialista, esse mercado é muito pulverizado, muito feito por pequenas empresas, que têm de um a três equipamentos, quando não, a maioria tem um só. “Em outras palavras, ele vale um pouco para aquele conceito de transporte de cargas no Brasil, que 95% das empresas de transporte de carga no Brasil tem até cinco equipamentos”, disse.

“Nesse segmento de fretamento, acho que esse percentual é maior, deve girar em torno de 95% a 98%. Então, a Uber está aproveitando uma oportunidade, dando uma bandeira, um sistema, porque esse pessoal todo não tem sistema, não tem controle, e ele vai usar essas duas grandes vantagens que ele tem, que são os sistemas e os processos bem instituídos, para poder ganhar nesse mercado”, afirmou.

Veja também:  [Vídeo] Dicas para Comprar carro para Uber e Os 5 Melhores Para Trabalhar de Motorista de App (3 é o Meu)

De acordo com o especialista, a RMVale terá um impacto muito parecido com outras regiões industrializadas do país. “As empresas da região do Vale continuarão no mercado, mas agora com a padronização de sistema, serviços e preços”, disse.

“A Uber não chega nesse mercado para competir, mas para aglutinar essas empresas em uma plataforma digital. A Uber enxergou um oportunismo mercadológico nesse setor de fretamento”, afirmou.

“Será uma chegada muito positiva, todo mundo deve ganhar, as empresas que contratam os fretados, os trabalhadores e os empresários desse setor. Como uma grande plataforma de transportes, a Uber tem o estudo de deslocamento de pessoas, a máquina de aprendizado, o algoritmo, fará esse estudo, até para definir ou redefinir as rotas do fretamento nesta região”, disse.

“Eu se fosse um empresário do ramo de fretamento de passageiros, que tivesse dois, três, cinco ou quinze ônibus, ou micro-ônibus, faria questão de aderir a plataforma, até porque o empresário não ficará restrito a apenas um cliente, o sistema vai trabalhando e achando novos clientes e nichos de mercado, e quem faz isso é a Uber, uma empresa gigante.  Vejo crescimento e consolidação do aplicativo, nas principais regiões industrializadas do Brasil”, finalizou.

Reportagem Original


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Mundo Uber tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dicas e dúvidas para os demais motoristas de aplicativo. Para acessar o fórum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://mundouber.com/forum/

0 0 votes
Article Rating

Deixe uma resposta

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x