Menu fechado

Sem área de comidas, Uber reforça app de delivery com loja de construção

App de entregas adicionou categorias como casa e construção ao seu portfólio no País  Foto: Neil Hall/Reuters

Com a saída do negócio de delivery de comida da Uber no Brasil, a Cornershop assume um papel mais estratégico. Para aproveitar a base de clientes já conquistada pela empresa, o aplicativo de entregas de supermercados passou a adicionar novas categorias de produtos ao seu portfólio, com negócios complementares. Dentre elas está a categoria de casa, decoração e construção, que alcançou mais de 30 mil itens por meio de parcerias com nomes como a C&C, Le biscuit, LojasMel, Multicoisas, Telhanorte e Zelo.

Sobre essa nova aposta, Cristina Alvarenga, líder brasileira da Cornershop by Uber, conta que já se percebe que o consumidor apela para o aplicativo em momentos de fim de obra, quando são necessários arremates e outras compras pontuais de acabamento. Alguns dos itens que chamam a atenção, por exemplo, são fita adesiva, massa corrida e tinta fosca branca, que estão entre os mais pedidos.

Ela afirma que a plataforma tem com o cliente o compromisso de entregas rápidas, mas que isso não significa que compras maiores, de abastecimento, não façam parte da estratégia da empresa. Com tíquete mais alto, esses carrinhos de compra são importantes quando se trata da busca por rentabilidade, algo que o segmento como um todo ainda procura.

Base de clientes

A base de clientes da Uber no País é vista como passo importante para diminuir custos de aquisição de clientes para a Cornershop e ajudar a equilibrar as contas. Desde dezembro, os usuários já notaram que os produtos comercializados pela plataforma passaram a aparecer também no aplicativo do Uber Eats. O aplicativo que antes oferecia delivery de refeições vai se transformar em Cornershop, a partir de março, e herdará essa base de clientes.

Veja também:  [Vídeo] Rappi Para Iniciantes ( DICAS E TRUQUES ) Ao Vivo

Hoje, apenas com a aparição dos lojistas virtuais na plataforma da empresa irmã – ainda disputando espaço com os restaurantes – o crescimento da Cornershop, em número de pedidos, está em duplo dígito alto, segundo Cristina.

A Coluna apurou que, nessa frente, a Uber encontra um ambiente competitivo mais dinâmico do que o que se viu no mercado de delivery de refeições. Basta observar que a maioria das grandes varejistas e atacarejos se faz presente em múltiplas plataformas de entrega, inclusive em suas próprias. Não há grande incidência de contratos de exclusividade, ou uma dominância irreversível nesse mercado. Estão todos correndo em condições mais parelhas, em um mercado com baixa penetração digital.

A lógica da Cornershop, portanto, não precisa ser ganhar os usuários que compram na concorrência, mas, sim, convencer a base de clientes – à qual o grupo já tem acesso – a fazer compras de mercado pela plataforma. A dificuldade é encontrar a medida para incentivar esse cliente de uma maneira financeiramente equilibrada quando o mercado tem educado o cliente a comprar online com cupons de desconto agressivos.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 24/01/22, às 16h43.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Reportagem Original


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Mundo Uber tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dicas e dúvidas para os demais motoristas de aplicativo. Para acessar o fórum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://mundouber.com/forum/

0 0 votes
Article Rating

Deixe uma resposta

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x