Menu fechado

Motoristas da Uber assalariados tal como no Reino Unido? “Estamos preparados para qualquer mudança que possa ocorrer noutro país europeu”

A pandemia de Covid-19, as comissões praticadas pelos restaurantes, os motoristas assalariados no Reino Unido, o futuro da Uber, mas também o passado. Na conferência de imprensa virtual que Sundeep Jain — executivo de topo e responsável pelos produtos globais da tecnológica — deu logo após o CEO Dara Khosrowshahi ter apresentado as novidades da empresa para este ano, uma coisa tornou-se clara: a empresa está a preparar-se para eventuais alterações legislativas que possam ocorrer noutros países europeus que queiram replicar o cenário atual no Reino Unido, onde os motoristas são assalariados da empresa, recebem pelo menos o salário mínimo e têm direito a férias pagas.

Quando o Observador, que era o único meio de comunicação social português presente, perguntou se imaginava este cenário britânico a acontecer noutro país, Sundeep Jain não descartou essa hipótese.

É sempre muito difícil prever o que os governos fazem nos diferentes países em que operamos e as leis de cada país podem ser muito diferentes entre si. A legislação na Califórnia, nos EUA, é muito diferente da britânica e as classes de trabalhadores no Reino Unido são diferentes das dos EUA e acho que são também um pouco diferentes entre várias nações europeias. Vamos tendo conversas com governos e muitos destes países e estamos a trabalhar em parceria com eles. Estamos preparados para qualquer mudança que possa ocorrer noutro país europeu. Temos o desejo de cumprir com isto, de fazer a coisa certa, país a país, e vamos continuar a colaborar com os governos nesses países”, respondeu ao Observador.

Sundeep Jain é vice-presidente de tecnologia na Uber, sendo responsável pelos produtos globais de partilha de viagens da empresa e por supervisionar funções como a ciência dos dados, experimentação, serviços de mapas, segurança, entre outros. Antes de ir trabalhar para a tecnológica, foi vice-presidente de gestão de produtos na Google, no grupo de Search Ads, vice-presidente da Zynga e fundador de uma startup de tecnologia, que depois foi adquirida pela empresa pública FIS, que vale cerca de 100 mil milhões de dólares.

Aos cerca de sete jornalistas presentes naquela conferência de imprensa, Sundeep Jain explicou que, agora, o objetivo da empresa é o de levar os utilizadores de diferentes formas para qualquer lado e que estes consigam adquirir de tudo um pouco num só sítio. Se conseguirem fazer as duas coisas ao mesmo tempo — adquirir produtos enquanto viajam pela Uber — melhor.

Quando o Observador lhe perguntou se a recente aposta em novos produtos na Uber Eats — no evento foram anunciadas algumas novidades no segmento de entrega — se iria traduzir em mudanças nas comissões que a Uber cobra aos restaurantes (e que foram alvo de críticas, queixas e de uma intervenção do Governo em Portugal), a resposta foi no mesmo sentido — que a empresa está preparada para cumprir com a legislação.

A pandemia virou o mundo do avesso. Entendo que são colocadas comissões de serviços em vários países e que as leis e governos vão evoluir e nós vamos cumprir com as leis. Estamos muito focados em que os nossos parceiros de margem tenham sucesso e adicionámos uma grande número de ferramentas e serviços de análise. Temos inúmeros programas que ajudam a fornecer algum alívio [aos parceiros] durante a pandemia”, respondeu o executivo.

Condições “danosas e injustas”: Como a pandemia piorou a já difícil relação entre plataformas de entrega e restaurantes

Ainda sobre as comissões cobradas pelos serviços da tecnológica — que podem ir até aos 30% — Sundeep Jain explicou que são “apenas um de muitos vetores” da relação da Uber com os restaurantes. “Há muitos outros itens que estamos a explorar. Achamos que não podemos ter sucesso sem os nossos parceiros de margens e é muito importante para nós que eles tenham sucesso. É a nossas forma de também contribuirmos para a sociedade. Devem esperar ver mais coisas neste sentido da nossa parte”, acrescentou.

Uber Eats: “As nossas comissões não são lucros. Não estamos a roubar dinheiro, estamos a perder”

Na semana passada, a Uber apresentou várias novidades para 2021, no evento Uber Go Get. Sabe-se assim que a tecnológica vai permitir que os utilizadores reservem um motorista em específico por uma hora, com o qual podem fazer várias viagens e também vai ser possível reservar serviços da Uber com 30 dias de antecedência, selecionando o motorista. No segmento das entregas, a app vai permitir também que os utilizadores que estão a efetuar uma viagem pela Uber saibam que restaurantes ficam a caminho. Assim, podem pedir ao motorista para parar num deles para irem buscar uma refeição.

Uber vai permitir reservar um motorista durante uma hora para fazer várias viagens

Além disso, vai ser possível fazer encomendas aos restaurantes parceiros, mesmo quando eles estão encerrados, estando assim na fila da frente quando o restaurante abrir; e efetuar vários pedidos de diferentes lojas e restaurantes numa só compra. Ou seja, o utilizador só finaliza o pedido quando estiverem todas as compras asseguradas, mesmo que isso implique pedir cinco coisas em cinco parceiros diferentes, por exemplo. Isto não acarreta o custo de uma taxa de entrega adicional.

Veja também:  [Vídeo] Motorista de Aplicativo vale a pena? [DESCOBERTA]

Confrontado com a decisão de a empresa ter desinvestido em algumas áreas do negócio (como as trotinetes ou os carros autónomos), o futuro da plataforma e o eventual caminho em direção aos lucros, Sundeep Jain explicou que, apesar do desinvestimento, fizeram “grandes apostas” nestes negócios, conseguindo lugares em vários conselhos de administração.

“Vemo-nos como estando muito interessados nesses negócios e como sendo uma parte do futuro, mas dentro das quatro paredes da Uber estamos a navegar com um foco incrível nisto de irmos a qualquer lado e adquirir qualquer coisa”, concluiu o executivo.

Reportagem Original


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Mundo Uber tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dicas e dúvidas para os demais motoristas de aplicativo. Para acessar o fórum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://mundouber.com/forum/

0 0 vote
Article Rating

Deixe uma resposta

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Pular para a barra de ferramentas