Menu fechado

Blablacar resiste à crise e espera recuperação no mercado de caronas – Exame Notícias

Apesar de a pandemia ter provocado uma redução do transporte rodoviário de passageiros em todo o mundo, a startup Blablacar vê com esperança a chegada das vacinas e tem a expectativa de uma possível recuperação já em 2021.

A startup, conhecida por seu aplicativo de carona usado em 22 países, encerrou o ano de 2020 com 50 milhões de viajantes no mundo, sendo 7,1 milhões no Brasil. O resultado foi menor que em 2019, quando foram 70 milhões de viajantes globais e cerca de 6,5 milhões no Brasil.

Entretanto, alguns resultados foram positivos. No Brasil, o número de assentos de carona oferecidos na plataforma cresceu 6% sobre 2019, atingindo 18,6 milhões. Além disso, 2,5 milhões de novos usuários brasileiros se cadastraram no app, mesma quantidade de 2019, antes da pandemia. Os dados foram obtidos com exclusividade pela EXAME.

Segundo o executivo Ricardo Leite, diretor da Blablacar no país, resultado mostra que o modelo de caronas continua atraindo usuários e se mantém como importante alternativa de transporte intermunicipal para os brasileiros.

“As métricas de 2020, algumas superiores às de 2019, mostram a utilidade das caronas para os usuários e a resiliência do modelo de negócio em tempos de crise. Com o avanço da vacinação, esperamos que as caronas e os ônibus do nosso marketplace aumentem sua participação na matriz de transportes”, diz Leite.

Em 2020, a distância média de uma viagem de carona no app da Blablacar foi de 175 quilômetros. Ao todo, 390 milhões de quilômetros foram percorridos por viajantes brasileiros do aplicativo, o equivalente a 1.000 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

Veja também:  [Vídeo] Bla bla car

Reportagem Original


Caso ainda não conheça nossa comunidade, o Mundo Uber tem um fórum onde os membros podem interagir e postar dicas e dúvidas para os demais motoristas de aplicativo. Para acessar o fórum, é bem simples, basta clicar nesse link:
https://mundouber.com/forum/

Deixe uma resposta

Pular para a barra de ferramentas